Escola Secundária Gabriel Pereira

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

BALANÇO DA EXPOSIÇÃO HUMANO NATUREZA

PDF

A exposição Humano Natureza terminou a 3 de Fevereiro. O outdoor ainda lá está e as plantas já ninguém as quer tirar do Largo de S. Vicente. Teve 2236 visitantes, e inesperados e desusados comentários, que lhe concedem um eco vibrante e nos enchem de gratidão.

Não terminaram as ideias, um imenso arsenal de respostas, de apontamentos. Um imenso material para reflexão e estudo, diluído, por exemplo, em respostas às questões que se colocavam no final de cada aula no exterior, e concentrado nas entrevistas, nas apresentações, na intervenção nos debates, nas respostas aos questionários.

Lançaram-se sementes para a educação para a humanidade, a mesma que nos conduz à educação ecológica, à relação com a natureza, património comum da vida. Lançou-se também o horizonte de uma relação de uns com os outros, e de cada um consigo próprio. Duas ou mais setas brilhantes que ostentam valores como os da dedicação ao que se faz, a capacidade de se materializar ideias e de construir projetos comuns, o respeito pela vida e pela relação, que apontam outras formas de aprender e de construir, e que poderão ser o oposto daquilo a que alguns pedagogos, em meados do século xx, chamavam de miséria da escola. E não posso deixar de transcreve, uma das muitas gratificantes contribuições ao livro de honra da exposição “ se a educação é transformar este projeto é um sinal potente do que a escola e a educação podem ser na ligação dos saberes, do conhecimento, da cultura e da projeção de outros possíveis”

A exposição terminou mas não terminou a latência das sementes, nem a frescura dos frutos, o projeto transformou-se na medida em que está a transformar todos aqueles que nele se envolveram, tal como na lei de Lavoisier nada aqui se vai perder, tudo se irá transformar.

atualizado em Sexta, 24 Fevereiro 2017 09:17  

Centro Qualifica